O marfinense Salomon Kalou considera que o sonho da Champions só começou a realizar-se com a saída de André Villas-Boas do comando da equipa londrina, deixando o seu lugar ao adjunto Roberto Di Matteo.

«Começámos a acreditar após a troca de treinador. Quando Di Matteo entrou, percebemos que não tínhamos nada a perder. Ele uniu o grupo porque as competições vencem-se com 26 jogadores, não apenas onze, e todos os jogadores mudaram com ele», afirmou o extremo dos 'blues' à imprensa inglesa.

O Chelsea conquistou este sábado a Liga dos Campeões, ao vencer na final o Bayern Munique no desempate das grandes penalidades. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.