Um golo de Mesut Özil, aos 60 minutos, deu hoje à Alemanha um triunfo sobre o Gana (1-0), mas ambos seguiram para os oitavos de final do Mundial de futebol de 2010, no fecho do Grupo D.

Num “encontro de irmãos” Boateng - entre o alemão Jerome e o ganês Kevin-Prince, “carrasco” do veterano germânico Ballack -, ambos festejaram, dada a vitória da Austrália ante a Sérvia (2-1), terminando germânicos no topo, seguidos dos ganeses, que deverão ser a única de seis formações africanas na fase seguinte (jogam com os Estados Unidos).

O Gana já tinha sido única equipa africana a chegar aos “oitavos” em 2006, caindo perante o Brasil, enquanto a Alemanha cumpriu a tradição de seguir em frente - 17.ª vez em 17 presenças – e vai encontrar a Inglaterra.

Frente a um adversário ao qual bastava o empate, a “Mannschaft” teve maior iniciativa, recorrendo às alas, sobretudo no menos povoado flanco esquerdo, mas a solidária defesa ganesa resolveu os problemas.

Jonathan Mensah quase marcou auto-golo, aos 10 minutos, após iniciativa de Podolski, obrigando a trabalhar o guardião Kingson, que também negou o golo ao isolado Özil, aos 25.

As “estrelas negras” começaram a pressionar mais longe da sua área e provocaram perdas de bola dos germânicos, aproximando-se da baliza de Neuer através de cabeceamentos de Gyan e de Prince Boateng, com o primeiro a ser “defendido” em cima da linha pelo defesa direito Lahm, aos 26.

Na etapa complementar, a equipa europeia continuou mais tempo com a bola, tentando encontrar espaços, mas foi Asamoah o primeiro a conseguir isolar-se na “cara” de Neuer, embora permitindo a defesa.

A força dos “panzers” fez recuar a linha defensiva africana e, aos 60 minutos, aproveitando a pouca pressão dos adversários, Özil atirou quase sem preparação ao ângulo superior esquerdo da baliza ganesa.

Lahm ainda voltou a “salvar” a sua baliza do remate de Ayew, aos 66 minutos, e Cacau obrigou depois Kingson a nova defesa aplicada, mas ambos os conjuntos se foram contentando, face ao útil triunfo australiano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.