Segundo números hoje divulgados pelo Ministério do Interior sul-africano, o maior grupo de visitantes estrangeiros registado este mês foi proveniente de países da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), particularmente do Lesoto, Zimbabué, Moçambique, Suazilândia e Botsuana.

Seguiram-se, em ordem decrescente, visitantes oriundos dos Estados Unidos da América, Alemanha, Austrália, México, Brasil, França, Holanda, Zâmbia (também membro da SADC) e Argentina.

Com excepção da Zâmbia e dos restantes países da região, todas as restantes nações participam no Mundial 2010 que teve início em 11 de Junho, em Joanesburgo.

O Ministério do Interior registou também neste período 13.638 violações das leis da imigração, com destaque para vistos expirados, violações das regras de residência permanente e portadores de passaportes furtados ou perdidos.

Segundo o comunicado do governo, 140 pessoas foram impedidas de viajar para a África do Sul desde o dia 1 de Junho em consequência de irregularidades com os seus passaportes ou vistos de entrada.

Os dados foram recolhidos em 34 pontos de entrada no país, entre aeroportos, portos e fronteiras terrestres, refere o Ministério do Interior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.