“Nestes momentos, é difícil encontrar as palavras adequadas. Sei que nenhuma palavra reconforta nesta hora de pesar, meu querido e precioso amigo. Toda a família do futebol partilha a sua dor e estamos do seu lado”, escreveu Blatter numa missiva endereçada a Nelson Mandela.

Ao contrário do que estava programado, o primeiro presidente negro da África do Sul vai faltar hoje ao “pontapé de saída” do primeiro Mundial africano, entre a equipa anfitriã e o México, na sequência do acidente de viação que vitimou Zenani Mandela, de 13 anos, que faleceu quando regressava a casa depois de assistir a um concerto do Mundial2010, no Soweto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.