"Para mim, a entrada de Boateng não foi apenas uma entrada dura, e sim uma lesão intencional", afirmou Becker à agência alemã SID, filial da AFP.

"Podemos fazer uma valorização jurídica e isto inclui, ao mesmo tempo, as consequências civis e penais", insistiu.

Recorde-se que o lance que teve ligar na final da Taça de Inglaterra deixa fora do Mundial o capitão da selecção germânica, que rompeu os ligamentos do tornozelo direito.

A ausência de Ballack provocou uma onda de comoção na Alemanha e afectou os planos do técnico da selecção, Joachim Low.

Boateng afirmou na segunda-feira que não teve má intenção. Ele que já tinha fama de 'bad boy' na Alemanha, onde foi criado.

Neste momento, Boateng aguarda autorização para disputar o Mundial pelo Gana, país do seu pai e selecção em que já actua o seu irmão.

Gana e Alemanha estão no grupo D do Mundial sul-africano.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.