Didier Drogba continua a ser a grande “dor de cabeça” de Eriksson, que não sabe, a três dias do jogo com Portugal, se o avançado estará apto.

Neste sábado, o treino matinal não contou com a estrela da equipa, que ficou no hotel, a receber tratamento.

“O Didier voltou a ser visto pelos médicos, mas isso não significa nada para o encontro com Portugal”, explicou um dos membros da comitiva costa-marfinense à Agência France-Press.

A mesma fonte explicou ainda o selecionador sueco vai decider no último momento possível a inclusão ou não de Drogba no jogo contra Portugal.
Drogba lesionou-no no jogo de preparação com o Japão, ao sofrer uma entrada dura do jogador nipónico, tendo sido operado ao braço e estando agora em recuperção.

O jogo de estreia da Costa do Marfim é terça-feira, em Port Elizabeth, contra Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.