O presidente do governo, Goodluck Jonathan, decidiu suspender por dois anos a equipa nacional, após o fraco desempenho no Mundial de 2010, na África do Sul: um ponto apenas nos três jogos disputados na fase de grupos.

A FIFA reagiu e considerou “inaceitável a ingerência política” no futebol local.

Além disso, a FIFA avisou o Governo que, caso não levante a suspensão até segunda-feira, impedirá todas as equipas nacionais, assim como árbitros e clubes de participarem nas competições internacionais.

Depois da destituição do presidente Sani Lulu, do vice-presidente Amanze Uchegbulam e do chefe do Comité Técnico Taiwo, a Federação nomeou um dos seus membros, Alhaji Aminu Maigari, como novo líder.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.