Enquanto Portugal fica sedeado no Valley Lodge, em Magaliesburg, o Brasil alojar-se-á no hotel Fairway, que se situa num “golf estate” recentemente construído num dos bairros do norte de Joanesburgo.

Por seu lado, a Coreia do Norte estabelecerá a sua base no Hotel Protea, em Midrand, a meio caminho entre Joanesburgo e Pretória, e a Costa do Marfim no Hotel e Centro de Conferências de Riverside, em Vereeniging, a sul da cidade de Joanesburgo e com acessos difíceis para os principais aeroportos.

Holanda, Brasil, México, Honduras, Coreia do Norte, Sérvia, Austrália, Itália, Argentina, Eslováquia, EUA, Costa do Marfim, Suíça, Alemanha, Gana, Nova Zelândia, Eslovénia, os anfitriões África do Sul e Portugal ficam alojados em Gauteng - nas cidades de Joanesburgo e Pretória ou em seu redor -, embora o “lodge” onde os portugueses se vão alojar se situe mesmo na fronteira com a província do noroeste.

As selecções do Japão, Dinamarca e França são as únicas que ficarão na Cidade do Cabo, província do Cabo Ocidental, durante a fase de grupos da competição, enquanto Paraguai, Argélia, Camarões, Grécia e Nigéria estabelecerão as suas bases na província do Kwazulu-Natal, onde, no Estádio de Durban, Portugal jogará a terceira partida do grupo G, frente ao pentacampeão mundial Brasil.

O Uruguai ficará sedeado em Kimberley, província do Cabo do Norte, Coreia do Sul, Inglaterra e Espanha no noroeste, em torno de Rustenburg, com os espanhóis a optarem pelo Campus da Universidade de Potchefestroom, considerado um dos melhores centros desportivos do país.

O Chile escolheu Nelspruit, capital provincial de Mpumalanga e a cidade mais próxima de Moçambique, para ficar alojada durante o primeiro Mundial de futebol no continente africano (11 de Junho a 11 de Julho).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.