O Brasil é sempre favorito. Mas para além da sua selecção, Dunga aponta a Inglaterra de Capello e a Espanha, líder do ranking e campeã europeia, como favoritas. Depois acredita que a Argentina, que se qualificou no limite para este Mundial, e a actual campeão do Mundo, a Itália também poderão lá chegar. Portugal, que defrontará o Brasil a 25 de Junho na fase de grupos, não consta no lote.

No entanto, o técnico brasileiro salientou que antes de vencer qualquer outra selecção e alcançar o sexto título da história, o Brasil tem de vencer a si mesmo.

“O Brasil primeiro tem que ganhar do Brasil. Não é só comigo, foi com todos os outros treinadores.Começa-se sempre por discutir jogadores”, lembrou Dunga, sobre a polémica de convocar ou não Ronaldinho para a prova máxima do futebol mundial.

A selecção brasileira faz o primeiro treino, amanhã, em solo britânico e terça-feira defronta a República da Irlanda, em jogo de preparação para o Mundial, que se realiza no Emirates Stadium, em Londres, com inicio às 20:05.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.