O defesa John Terry desmentiu hoje aos jornalistas que tenha mantido uma forte discussão com Capello no final do Inglaterra-Argélia [0-0], mas assinalou que “todos necessitam de exteriorizar o que pensam”.

“Esta noite vamos reunir-nos para examinar o que fizemos mal. Todos necessitamos de mandar cá para fora o que sentimos”, declarou Terry, negando que existam desentendimentos com Capello: “Estou aqui para dizer em nome de todos que a equipa está totalmente com ele”.

Para John Terry, Capello trouxe os seus métodos de trabalho e filosofia de jogo à equipa, os quais “funcionaram na fase de qualificação, pelo que não há nada a mudar”.

“Temos todos de permanecer unidos”, disse.

O porta-voz da federação inglesa, Adrian Bevington, também desmentiu ter ocorrido qualquer discussão entre jogadores e Fábio Capello no final do Inglaterra-Argélia: “Pelo que vi, não houve, nem há, qualquer problema. O mais importante é continuarmos unidos”.

A Inglaterra entrou no Mundial a empatar a um golo com os Estados Unidos e, na segunda ronda não conseguiu melhor do que um empate a zero com a Argélia.

A Inglaterra, se vencer o último jogo do grupo C frente à Eslovénia, no próximo dia 23, apura-se para os oitavos de final da prova.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.