O defesa costa-marfinense Kolo Toure “desfez-se” hoje em elogios ao sueco Sven-Goran Eriksson, considerando que o seleccionador da Costa do Marfim incutiu “espírito coletivo” ao primeiro adversário de Portugal no Mundial2010 em futebol.

Antes da chegada de Eriksson os jogadores da Costa do Marfim “eram egoístas e só pensavam em si próprios”, uma mentalidade que o internacional africano acredita ter mudado com o antigo seleccionador de Inglaterra.

A Costa do Marfim estreia-se na terça-feira no Mundial da África do Sul, frente a Portugal, em jogo do Grupo G, agendado para o Estádio Nelson Mandela, em Port Elizabeth.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.