Um golo de Xherdan Shaqiri aos 90 minutos deu a vitória a Suíça frente a Sérvia, na segunda jornada do grupo E do Mundial2018. Os suíços entraram a perder mas deram a vota ao marcador no segundo tempo, assumindo assim a liderança do grupo, com os mesmos pontos do Brasil.

Com o benfiquista Seferovic a titular, os sérvios abriram o marcador logo aos cinco minutos, num cabeceamento de Mitrovic, após centro de Tadic. O lance nasce de uma perda de bola de Zuber em zona perigosa. Antes do golo, no mesmo minuto, o guarda-redes Sommer tinha negado o golo a Mitrovic, após desvio de cabeça.

O empate esteve nos pés de Dzemaili aos 30 minutos, após passe de Xhaka mas o guarda-redes da Sérvia, Stojkovic, defendeu para canto. Dzemaili parecia não querer nada com com o golo ja que, dois minutos depois, com tudo para marcar, preferiu passar e perdeu uma boa oportunidade.

Os números do Sérvia - Suíça

Ao intervalo o selecionador da Suíça, Vladimir Petkovic, fez sair o apagado Seferovic e lançou Mario Gavranovic, revitalizando assim o seu ataque. O empate chegou aos 53 minutos, num golaço de Granit Xhaka. O médio do Arsenal disparou uma 'bomba' de pé esquerdo, de fora da área, batendo Stojkovic.

Shaqiri, um dos mais informados da formação helvética, tirou tinta do poste de Stojkovic aos 59 minutos e aos 83 viu o antigo guarda-redes do Sporting negar-lhe o golo com uma defesa a dois tempos.

Mas a insistência dos suíços haveria de dar resultado aos 90 minutos. Shaquiri, lançado em profundidade, correu para a baliza, aguentou a carga e bateu Stojkovic, fazendo o 2-1 e dando os três pontos à sua equipa.

Na terceira jornada, marcada para quarta-feira, a Suíça defronta a já eliminada Costa Rica, o Brasil mede forças com a Sérvia. Helvéticos e canarinhos lideram com quatro pontos, seguido da Sérvia com três e Costa Rica sem qualquer ponto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.