A Croácia festejou noite dentro a vitória por 2-1 sobre a Inglaterra, que lhe proporcionou a qualificação para a final do Mundial2018, ao ponto de comunicação social local suspeitar que “o dia laboral de hoje está em dúvida”.

Para a o canal televisivo N1, a prova de que o dia—a-dia na Croácia está em suspenso foi o facto de ninguém ter pedido hoje a palavra no Parlamento para debater o primeiro ponto da ordem de trabalhos, a eleição do novo governador do banco central, que costuma provocar horas de discussão.

O primeiro ministro da Croácia, Andrej Plenkovic, e o presidente do Parlamento, Gordan Jandrokovic, que assistiram ao jogo no estádio, em Moscovo, cantaram e festejaram com os adeptos no avião durante a viagem de regresso ao país.

Os adeptos deram largas à alegria depois de a seleção ter alcançado pela primeira vez a final de uma grande competição internacional, não apenas na Croácia, mas também em várias cidades de outros países, com numerosas comunidades croatas, como Washington, Bruxelas e Viena.

O diário Novi list deu conta da euforia ao titular que a seleção croata “tocou as estrelas”, ao marcar encontro com a França na final do torneio um mundial, graças ao triunfo por 2-1 sobre a Inglaterra, no prolongamento, depois de ter chegado ao intervalo a perder por 1-0.

O Jutarnji list fez o retrato de “uma nação em delírio”, ilustrando a notícia do resultado mais importante do futebol croata com uma fotografia do avançado Mario Mandzukic a celebrar a marcação do segundo golo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.