A Suécia conseguiu hoje uma importante vitória na estreia no Mundial de futebol de 2018, ao bater a Coreia do Sul por 1-0, no segundo encontro da primeira jornada do Grupo F, em Nijni Novgorod.

O capitão Andreas Granqvist selou, aos 65 minutos, o triunfo dos nórdicos, de grande penalidade, que o árbitro salvadorenho Joel Aguilar não assinalou inicialmente, mas retificou após consultar as imagens, alertado pelo VAR.

Os nórdicos, que não começavam um Mundial a vencer há 60 anos, em 1958, quando bateram o México por 3-0 na edição em que foram anfitriões, tiveram mais e melhores ocasiões, mas ainda sofreram na parte final, quando apostaram tudo em defender.

Apesar de um ou outro susto, a Suécia conseguiu segurar a vantagem e, depois de ter afastado a Itália da fase final, pode, no sábado, ‘arrumar’ a Alemanha, em risco de cair pela primeira vez na fase de grupos, depois do 0-1 com o México, no domingo.

Por seu lado, a Coreia do Sul, que só ultrapassou a fase inicial em duas de nove participações – em 2002, em casa, e em 2010 - está, desde já, com ‘pé e meio’ fora do Mundial2018.

O encontro começou equilibrado, com estudo mútuo, mas, aos poucos, a Suécia foi tomando conta do encontro e teve uma soberana ocasião para marcar aos 20 minutos, com Berg, isolado, a não conseguir bater Jo Hyun-woo, que defendeu com a perna direita.

Os nórdicos não mais tiveram outra oportunidade tão flagrante até ao intervalo, mas assustaram mais algumas vezes, por Jansson (21), Berg (29 e 42) e Claesson (45+2), enquanto, do outro lado, Son Heung-min foi correndo em vão.

No início da segunda parte, Forsberg, aos 49 minutos, e Toivonen, aos 56, sendo que, pelo meio, os sul-coreanos conseguiram, finalmente, um remate, por Koo Ja-cheol, que saiu ao lado da baliza de Robin Olsen.

A insistência dos europeus acabou por resultar em golo aos 65 minutos, num penálti convertido com frieza pelo capitão Andreas Granqvist, depois de uma falta de Kim Min-woo sobe Claesson, que o árbitro só marcou após consultar as imagens do VAR.

Em vantagem, os suecos recuaram no terreno, ‘dando’ a bola aos asiáticos, que se instalaram na área sueca e tiveram uma grande oportunidade para empatar o jogo, aos 90+1 minutos, mas Hwang Hee-chan cabeceou ao lado, servido por Lee Jae-sung.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.