O Flamengo, treinado pelo português Jorge Jesus, venceu hoje por 3-1 os sauditas do Al-Hilal e apurou-se para a final do Campeonato do Mundo de clubes, em Doha, no Qatar.

No final da partida, o técnico português explicou como motivou a sua equipa para a reviravolta alcançada na segunda parte.

"Os outros também jogam.. Nós, para além da condição técnica e tática, somos uma equipa mentalmente e fisicamente muito forte. Taticamente não nos obrigam a grandes desgastes, mas obrigamos o adversário a correr muito", começou por dizer Jesus.

"Ao intervalo disse que, tal como na Libertadores, íamos fazer golos. Eu disse aos jogadores: 'Eu conheço-os, vão desconcentrar-se, vão ter problemas na segunda parte'. Acalmei os jogadores, porque emocionalmente o foco não estava a ser o jogo. Precisávamos de melhorar na 2.ª parte, disse à equipa o que tinha de melhorar e ela melhorou", notou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.