"Os direitos televisivos do Benfica pertencem ao nosso amigo Joaquim Oliveira e vencem depois de 2013, mas [Joaquim Oliveira, da Controlinveste] tem o direito de preferência" na compra, disse à agência Lusa o vice-presidente do grupo de media, Rafael Mora.

"Nós nunca vamos fazer nada contra o nosso amigo Joaquim Oliveira", reforçou o executivo, demonstrando estranheza pela notícia publicada hoje no diário i sobre um alegado interesse nos direitos televisivos daquele clube. "Essa notícia não sei onde saiu. Ninguém falou com os responsáveis do Ongoing. É estranho porque as pessoas que poderiam responder a essa pergunta estavam aqui em São Paulo e nenhuma foi contactada", acrescentou.

Rafael Mora admitiu que "os direitos televisivos do Benfica são atractivos" mas sublinhou que o grupo não vai "fazer nada contra o legítimo proprietário desses direitos".

Segundo o i, o plano de expansão da Ongoing, que entrou no negócio dos media no Verão de 2008 com a compra do Diário Económico e que está actualmente em processo de aquisição da Media Capital - dona da TVI - passa por potenciar a possível compra das transmissões televisivas dos jogos do Benfica.

De acordo com o diário, a compra da dona da TVI e o investimento no fundo de jogadores do clube da Luz visaram posicionar-se como comprador dos direitos que pertencem à Olivedesportos, de Joaquim Oliveira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.