Pedro Mendes, médio que iniciou a partida com a braçadeira de capitão e um dos últimos elementos a juntar-se ao plantel, manifestou a satisfação do grupo de trabalho com os métodos de trabalho do novo treinador.

“Só tenho a dizer bem, é muito interventivo, tem boas ideias, penso que bem assimiladas por toda a gente. Todos estão contentes e isso é o mais importante, o que queremos é que seja feliz e nós seremos felizes também, o que interessa é o Sporting”, disse o jogador.

“Temos ideias bem definidas, independentemente do adversário. O mais importante é tentarmos pôr em campo aquilo que o treinador nos pede. É isso que estamos a tentar fazer”, adiantou.

A tendência da equipa é para melhorar e os jogos contra o City e o Tottenham, afirmou, serão “extremamente difíceis” e “dois bons testes”.

Quanto à escolha de vários capitães de equipa, Mendes afirma que é um elemento de coesão do grupo.

“O mais importante é ter um grupo forte, mais do que a, b ou c ter a braçadeira”, disse o médio leonino.

Com apenas dois treinos com a equipa, acabado de regressar de uma paragem após a participação na selecção, o estado físico “ainda não está a 100 por cento”, admitiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.