Em comunicado, elaborado na sequência daquilo que considerou serem "declarações pouco lúcidas, hilariantes e difamatórias", Wilson Teixeira, de 22 anos, diz que não é "financiado nem apoiado por ninguém" e que até tem dificuldades na vida, que o "impedem de apoiar o Sporting" muitas vezes.

O associado, que referiu "já ter sido alvo de uma tentativa de agressão" perpetrada por José Eduardo Bettencourt, afirmou que não é "pau mandado de ninguém" e que tem apenas tem como objectivo "defender o Sporting das políticas (...) incompetentes e prejudiciais ao clube".

Sócio do Sporting há 18 anos, com número 95629-0, Wilson Teixeira acusou o presidente do Sporting de ofender os filiados e salientou que Bettencourt "já não possui sanidade mental nem competência suficientes para o cargo que ocupa".

Wilson Teixeira criticou ainda o dirigente de classificar como "anormais" sócios de um "clube democrático", que "têm o direito de emitir as suas opiniões, independentemente do seu número de associado ou de anos de filiação".

"Lamento, veementemente, que o presidente do Sporting queira fazer do clube uma anarquia ou uma ditatura (...), com os sócios que querem emitir as suas opiniões a serem constantemente censurados e alvos de repressão policial no interior e no exterior do Estádio José Alvalade", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.