A organização da prova só anunciou às 19:00 que as bancadas seriam reabertas para o último jogo do torneio - o Benfica-Aston Villa - depois de reforçadas as medidas de segurança pela empresa responsável pelo aluguer e montagem da estrutura, que foi interditada para o Feyenoord-Aston Villa, no sábado, na sequência do acidente que provocou seis feridos na sexta-feira.

Na origem do acidente esteve a queda de um degrau da bancada, quando o público abandonava o recinto após a partida entre Benfica e Feyenoord.

Apesar de ter sido reaberta, a bancada nascente terá as últimas seis filas desocupadas, estando no local seguranças de uma empresa privada para impedir a subida dos espectadores que se encontram nas 11 filas mais abaixo.

Os jornalistas também foram instalados numa bancada de imprensa montada junto ao relvado para libertar a zona da bancada central, onde ficaram instalados nos outros encontros, e permitir a sua utilização por espectadores que tinham adquirido bilhete e não puderam sentar-se na zona nascente.

A organização da prova, a cargo da João Peres SPort e da Câmara de Vila Real de Santo António, responsabilizaram a empresa a quem alugaram as bancadas pelo acidente, que estava, segundo a autarquia, certificada e tinha que assegurar a segurança da estrutura.

Após o acidente, o presidente da câmara instaurou um inquérito para determinar o que tinha estado na origem e o relatório final concluiu que houve fragilidades na montagem da estrutura.

A câmara deu à empresa um prazo até às 19:00 de sábado para reforçar a segurança da estrutura e permitir a sua utilização no encontro Feyenoord-Aston Villa, mas a empresa não conseguiu cumprir a tarefa a tempo e a autarquia interditou a estrutura.

A câmara deu um novo prazo à empresa para corrigir o problema e permitir a reabertura da bancada para a partida de hoje, o que acabou por acontecer, mas de forma parcial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.