O Benfica visita esta segunda-feira o Vitória de Setúbal num duelo entre duas equipas de orgulho ferido após a recente eliminação nas meias-finais da Taça da Liga, e que procuram agora ‘vingar’ os respetivos ‘desaires’ com um triunfo no campeonato.

A equipa de Rui Vitória, que procura recuperar a distância de quatro pontos para o vice-líder FC Porto, chega ao Bonfim num momento delicado. Antes da derrota com o Moreirense no Algarve, o empate com o Boavista (3-3) na Luz, há duas jornadas, já havia descortinado as fragilidades defensivas do plantel ‘encarnado’: oito golos sofridos nos últimos quatro jogos.

Mas nem tudo são más notícias para as ‘águias’ uma vez que Fejsa e Mitroglou recuperaram de lesão e estão de regresso às opções do técnico ribatejano, que, recorde-se, não estará no banco devido a castigo. Por sua vez, saem da lista de convocados o central Lisandro López, o extremo Salvio e o médio André Horta, todos devido a lesão.

Sadinos habituados a roubar pontos

Também à procura de curar as feridas está o Vitória de Setúbal, igualmente eliminado na Taça da Liga pelo SC Braga, mas que tem a seu favor o facto de já ter roubado pontos aos ‘grandes’ esta época: empatou na Luz com o Benfica (1-1), no jogo da primeira volta do campeonato, e com FC Porto (0-0) no Bonfim, tendo ainda vencido o Sporting (2-1), na fase de grupos da Taça da Liga.

Para este jogo, José Couceiro não poderá contar com o médio Costinha, devido a castigo, enquanto o extremo Nuno Santos está impedido de jogar por estar emprestado pelo Benfica. O técnico dos sadinos considera que o adversário não vai deixar a derrota com o Moreirense afetar a forma como a equipa se vai apresentar em campo.

"Apesar do mérito que o Moreirense teve, o Benfica vem para este jogo muito mais alerta e sem fazer qualquer rotatividade. Vai-nos criar ainda mais problemas do que criaria numa situação diferente. A derrota do Benfica não teve vantagem nenhuma para nós", afirmou José Couceiro, em conferência de imprensa.

O duelo no Bonfim, agendado para as 20 horas, marca o 175.º desafio entre estas duas equipas, com as ‘águias’ a liderarem com folgada vantagem no histórico de confrontos: 117 triunfos contra 30 derrotas. Já em jogos realizados no reduto dos sadinos, o Benfica soma 44 vitórias contra 23 derrotas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.