A equipa de futebol do FC Porto chegou a Lisboa ao fim da tarde de hoje, após uma viagem tranquila, onde apenas houve a registar uma tentativa de apedrejamento na A1, a cinco quilómetros das portagens de Alverca.

O autocarro dos “Dragões” não foi atingido, nem tão pouco a comitiva “portista” se apercebeu da tentativa de apedrejamento.

Apenas os dois automóveis da PSP – policia que rendeu a escolta da GNR antes de Alverca -, que seguiam atrás, tiveram de fugir às pedras lançadas de uma zona de arbustos junto à auto-estrada.

Com uma grande escolta policial, composta por três carrinhas e um jipe da GNR, mais um veículo descaracterizado que seguia uns quilómetros á frente do autocarro do FC Porto, a fim de bater os poucos viadutos não policiados na A1, a viagem decorreu sem qualquer tipo de incidente até á chegada a Lisboa.

Ao enorme dispositivo policial juntou-se uma grande cobertura da comunicação social, que acompanhou o autocarro dos “Dragões” ao longo de toda a viagem.

Pouco tempo depois da chegada a Lisboa, onde cerca de três dezenas de adeptos “azuis e brancos” aguardavam os “craques”, quatro benfiquistas aproximaram-se do hotel onde a equipa do FC Porto fica instalada na capital e entoaram alguns cânticos de apoio ao Benfica.

De forma quase imediata, os agentes da PSP perseguiram esses adeptos, a fim de evitar problemas com os apoiantes “portistas”, tendo sido identificado pelas autoridades um elemento desse grupo de quatro “encarnados”.

O FC Porto defronta o Benfica no domingo, pelas 20:30 no Estádio da Luz, num jogo em que uma vitória garante aos “Dragões” a conquista do seu 25.º título nacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.