Declarações de Emanuel Ferro, treinador-adjunto do Sporting, à Sport TV, depois do empate 2-2 com o FC Porto.

Empate é resultado do acreditar? "Alguns podiam não acreditar, mas nós e os jogadores acreditamos sempre, foram atrás do que queríamos que era ganhar. Perdemos dois pontos porque quem mostra esta ambição só pode assumir que perdeu dois pontos. Fica a exibição de grande vontade."

Substituições para ter mais gente na frente? "Houve contingências que obrigaram a fazer substituições, jogadores adaptaram-se, estão identificados. Alguns jogadores a jogar o primeiro Clássico, há pouco tempo, mas todos com a mesma vontade e ligados. Fica um ponto, mas sentimos mais que perdemos dois."

Palhinha disse que Sporting pode ser uma surpresa: "A surpresa pode ser para quem está de fora e não com a equipa todos os dias. Temos de fazer o nosso trabalho, é uma equipa para crescer, tem-no feito todos os dias. Agora, não basta isso. Temos de perceber o que melhorar e chegar a cada jogo com ambição desmedida para ganhar."

O que falou para ganhar? "Faltam detalhes, sabemos que é preciso tempo, mas enquanto formos jogando com esta ambição as ciosas vão acontecendo naturalmente."

O Sporting e o campeão FC Porto empataram, este sábado a dois golos, em encontro da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado à porta fechada no Estádio José Alvalade. Nuno Santos, aos nove minutos, e o argentino Luciano Vietto, aos 87, marcaram os tentos dos ‘leões’, enquanto o colombiano Uribe, aos 25, e o mexicano Corona, aos 45, faturaram para os ‘dragões’, que somaram o segundo jogo sem vencer.

Na classificação, o FC Porto e o Sporting, que tem menos um jogo disputado, mantiveram-se igualados, com sete pontos, provisoriamente a dois do líder Benfica, de visita no domingo ao reduto do Rio Ave.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.