O mercado fechou, mas o FC Porto continua de olho no Brasil com o objetivo de garantir um novo reforço para o ataque azul e branco: Pepê. Os dragões tentaram a contratação do jogador do Grémio de Porto Alegre no verão, mas o negócio não se concretizou. Apesar disso, o FC Porto não desiste... mas pode ter de esperar.

De acordo com o jornal desportivo O Jogo, os dragões podem ter de esperar pela temporada 2021/2022 para garantir a contratação de Pepê, visto que o Grémio não está disposto a abdicar de um jogador tão essencial à equipa.

Os resultados positivos do clube levam os adeptos a acreditar que o Grémio pode conquistar o campeonato brasileiro esta época, algo que não acontece desde 1996, mas todos consideram que isso só será possível com Pepê na equipa. O jogador tem sido considerado pela imprensa brasileira como o melhor do campeonato, o que pode dificultar a vida ao FC Porto.

O Brasileirão termina no final de fevereiro do próximo ano e, como tal, Pepê não deve deixar o Grémio antes. Além disso, o clube está ainda na luta pela Libertadores e pela Copa do Brasil. O vice-presidente do clube de Porto Alegre salientou essa mesma situação recentemente. "O Pepê renovou o seu contrato há pouco tempo. Se alguém quiser contratar o jogador, acerta com ele e deposita a cláusula de rescisão. Caso contrário, vai ficar aqui até o final da Taça do Brasil e da Libertadores", vincou Cláudio Oderich à Rádio Bandeirantes.

Pepê tem uma cláusula de rescisão de 150 milhões de euros, um valor inimaginável para o FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.