O futebolista argentino José Luiz Fernández chega a Lisboa na manhã de domingo para fazer testes médicos e iniciar o trabalho no Benfica, disse hoje à Agência Lusa o pai do jogador, cujo nome o filho herdou integralmente.

“O voo dele sai daqui por volta das 20 horas de sábado e chegará a Lisboa, via Madrid, no domingo de manhã, no dia 2 de Janeiro”, revelou José Luiz Fernández, que sabe que o filho chegará acompanhado por um dos seus representantes, desconhecendo, porém, se o mesmo será o empresário Miguel Pires.

Segundo o pai do novo reforço dos “encarnados”, este fará “testes médicos na segunda-feira”, dia 3 de Janeiro, e “já não voltará” a Buenos Aires, sendo logo integrado no plantel para “iniciar o trabalho junto dos novos companheiros”.

José Luíz Fernández não quis revelar a extensão temporal do vínculo contratual do filho com o Benfica:

“Prefiro não dizer nada sobre as questões que têm a ver com o contrato dele com o Benfica, deixo isso para os seus representantes”.

No entanto, e segundo a imprensa argentina, a transferência de Fernández para o Benfica envolve uma verba de dois milhões de dólares (cerca de 1,5 milhões de euros) e o vínculo contratual estender-se-á por cinco épocas e meia, ou seja, até Junho de 2016.

Quanto ao estado de espírito do seu filho em vésperas de abraçar uma nova experiência na Europa, José Luís Fernández resumiu-o assim à Lusa:

“Ele está ansioso, mas muito confiante e determinado em mostrar todo o seu valor e em triunfar no Benfica. Não tenho a mínima dúvida de que triunfará. É um grande jogador e vai mostrá-lo”.

Nem eventuais dificuldades de adaptação a uma nova realidade abalam a confiança do José Luís Fernández:

“Penso que não vai haver o mínimo problema por aí. Ele é um rapaz com uma boa cabeça, vai-se adaptar rapidamente ao Benfica, apesar de ser um clube maior do que o Racing [Avellaneda], e a Portugal”.

José Luiz Fernández tem 23 anos, 1,68 metros, é extremo esquerdo e foi contratado para suprir o vazio deixado por Di Maria, que se transferiu para o Real Madrid no último defeso, e colmatar a debilidade que a equipa tem revelado desde o início da época em termos de profundidade pela ala esquerda.

O seu compatriota Nico Gaitán foi contratado no defeso para render Di Maria, mas tem revelado características que se adequam mais a um médio interior do que a um ala.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.