Jorge Jesus, treinador do Sporting, comentou o empate a uma bola na receção ao Tondela, criticando o "anti-jogo" da equipa de Petit.

"Tivemos um jogo difícil, viemos de uma partida [Dortmund] com muita intensidade. Na primeira parte não fomos uma equipa muito rápida nem com dinâmica ofensiva forte, como costumamos ser. O Tondela esteve bem defensivamente. Na segunda parte, transformámos o jogo com pressão alta e muitas ocasiões na área do Tondela", disse o técnico à Sport TV.

"Tivemos uma boa reação, houve algum cansaço mas isso não pode servir de desculpa. Houve muito anti-jogo, muitas quebras… o Tondela fez o que lhe competia e o árbitro deixou. Tudo isso teve influência", defendeu.

Quanto à situação dos 'leões' no campeonato - o Benfica pode ficar com cinco pontos de vantagem se vencer no domingo - Jesus salientou que ainda há muito para jogar.

"É claro que é preferível estar com os mesmos pontos, ou estar à frente. Neste momento, temos de correr contra essa diferença. Tudo está em aberto. São cinco pontos à nona jornada mas há muito campeonato e os nossos rivais também têm muitos jogos difíceis", realçou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.