José Mota acredita que o Vitória de Setúbal está preparado para «contrariar o favoritismo do Benfica», no encontro da segunda jornada da I Liga de futebol, e que esta será uma oportunidade para os seus jogadores «se mostrarem».

«Estamos preparados para fazer um bom jogo e contrariar o favoritismo do Benfica. Sei que o Benfica vai tentar fazer um jogo positivo, a tentar dominar desde o início. Temos de anular as virtudes do Benfica, mas a minha maior preocupação é o que os meus atletas podem fazer», afirmou o técnico sadino, na conferência de antevisão da partida de domingo.

Apesar de admitir que nestes jogos «há sempre favoritos e, neste caso, o Benfica parte com esse princípio», José Mota demonstra extrema confiança nos seus jogadores, que poderão aproveitar para se «mostrarem» frente a um dos «grandes".

«É sempre um jogo que cria uma motivação extra. Muitos destes atletas ainda não têm rotinas de I Liga e ainda não defrontaram o Benfica, mas temos de lhes fazer ver que é uma boa oportunidade para se mostrarem», referiu.

Dessa forma, o treinador espera um «boa prestação» da sua equipa, frente a um Benfica que «não tem pontos fracos», mas que «ainda não se encontra no seu melhor», situação da qual José Mota quer tirar partido.

«O Benfica é uma equipa grande em termos mundiais e tem qualidade suficiente no seu plantel. No entanto, acho que o Benfica, como todas as outras equipas, está a começar a época e ainda não se encontra no seu melhor e, dessa forma, podemos surpreender e tirar partido dessa possível falta de entrosamento, que é normal no princípio de época», realçou.

José Mota foi ainda questionado sobre as debilidades do lado esquerdo da defesa dos "encarnados", mas disse que essa é uma «falsa questão» e deixou mesmo alguns elogios ao paraguaio Melgarejo.

«É um jogador que tem um potencial enorme e demonstrou-o na época passada. Tem tido algumas dificuldades de adaptação, em termos defensivos. Não sei se vai jogar, mas se fosse meu jogador, jogava. Parece-me que está ali um grande lateral esquerdo para o futuro», elogiou.

Por outro lado, o treinador deixou a certeza de que o polaco Pawel Kieszek (ex-FC Porto), que esta semana reforçou os sadinos, não estará nas opções iniciais para o jogo com o Benfica.

«Em princípio não é opção para o jogo com o Benfica. Não seria justo para quem trabalha tanto e estou a falar de dois guarda-redes [Fonseca e Caleb] que vieram da II Liga e que têm evoluído muito», adiantou.

O jogo entre Vitória de Setúbal e Benfica está marcado para domingo, às 20:15, no Estádio do Bonfim.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.