“A distância existente com a família, à falta de adaptação ao país e a falta de ritmo competitivo oficial que o atleta estava a passar”, foram as razões invocadas pelo clube algarvio para este desfecho.

O dianteiro, de 22 anos, representou o Morrinhos (Brasil) e o AIK (Suécia) este ano e só poderia ser inscrito e jogar pelo Olhanense a partir de Janeiro do próximo ano.

O Olhanense ocupa o terceiro lugar da Liga, com 12 pontos, tantos quantos os somados pelo campeão Benfica e Vitória de Guimarães, em sete jornadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.