Rui Vitória, o novo treinador do Benfica, confessou ser um adepto do clube da Luz mas acredita que não terá sido essa a razão da sua contratação por parte do presidente Luís Filipe Vieira.

“Não venho para o Benfica por ser benfiquista, isto porque este clube contrata a competência e profissionalismo. A minha primeira grande apresentação é essa”, referiu, esta segunda-feira, Rui Vitória.

O antigo técnico do Vitória de Guimarães explicou que a mensagem “dar a vida” por um clube terá de estar sempre presente nos seus jogadores.

“Uma dedicação enorme a este clube, que será permanente. Há que dar a vida por este clube. Quando se representa um clube é fundamental dar a vida”, disse.

Vitória disse ainda que não irá cortar com o passado, nomeadamente com o trabalho feito por Jorge Jesus.

“Temos de olhar para o que de bom foi feita. Não sou fundamentalista e dizer que vamos cortar com passado. Sei os terrenos que estou a pisar e vamos continuar com o que está bem e melhorar o que não estava tão bom. Quero que os jogadores joguem com alegria e vontade”, disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.