Declarações de Nélson Veríssimo, treinador do Benfica, e de Darwin Nuñes, avançado Encarnado, à Sport TV, após a vitória diante do Marítimo.

Nélson Veríssimo

Análise ao jogo: "Fizemos um bom jogo, era importante darmos uma resposta do empate em casa com o Famalicão. Sabíamos que íamos ter um jogo difícil, o Vasco tem feito um excelente trabalho aqui no Marítimo basta olhar para a recuperação que a equipa teve desde a sua chegada. Acabámos por tornar o jogo mais fácil a partir do momento em que marcámos o golo cedo."

Veja as melhores imagens do jogo!

Expulsão facilitou tarefa do Benfica: "Fomos dominando o jogo, há a expulsão de um jogador do Marítimo que depois, em certa medida, facilita a nossa tarefa, fomos criando oportunidades suficientes para dilatar o resultado para não passarmos por estes momentos mais apertados no final do jogo, em que numa transição ou outra o Marítimo podia criar, e criou, situações de perigo e de algum frisson perto da nossa baliza. Ainda assim acho que controlámos bem essas situações. É um resultado justo, de uma equipa que soube dar uma boa resposta depois do empate que tivemos na Luz e agora é recuperar e pensar já no próximo jogo."

Vantagem magra: "Jogando contra uma equipa com menos um, normalmente os jogos tornam-se mais difíceis nesses momentos. As equipas baixam o bloco, tentam explorar o contra-ataque... Mas conseguimos desmontar a estrutura defensiva do Marítimo, criando oportunidades para fazer golo. Há demérito na finalização, mas chegámos à baliza de forma criteriosa."

Estreias de Sandro Cruz e Tiago Gouveia: "Significa que há qualidade na formação do Benfica, são jogadores que eu conheço perfeitamente. Tinha a tranquilidade que a partir do momento em que fossem lançados que iam dar uma resposta positiva. O Grimaldo não veio a jogo por opção nossa, por ter quatro cartões e poder estar em risco para o próximo jogo. O Sandro Cruz esteve muito bem, nada a apontar para uma estreia. O Tiago Gouveia veio nessa perspetiva também. Achámos oportuno lançá-lo e houve também uma boa resposta."

O que falta desta época? "Dois jogos, seis pontos e duas vitórias. O clube que representámos é a isso que nos obriga. Sabemos que será difícil mas por isso que vamos lutar."

Darwin Nuñes

Análise ao jogo: "Foi um jogo muito difícil. Eles estiveram bem na defesa. Temos de trabalhar para estes dois últimos jogos, porque ainda não acabou, e corrigir os erros que cometemos."

Marcar cedo ajudou? "O golo muito cedo deu-nos confiança. Eles estavam muito bem na defesa e nós também falhámos muito. Agora, há que corrigir para o jogo com o FC Porto".

Prémio de melhor marcador da Liga quase assegurado: "A sorte está comigo e tenho de aproveitar. Os golos são como o ketchup, digo sempre que quando sai um pouco, sai um montão. Quero continuar assim mas o mérito é, sobretudo, da equipa".

Um golo de Darwin Nuñez permitiu ao Benfica vencer em casa do Marítimo por 1-0 este sábado, em jogo da 32.ª jornada da I Liga de futebol, num encontro entre equipas com a classificação definida. Com esta vitória, o Benfica mantém o terceiro lugar da prova, agora com 71 pontos, a cinco do ainda campeão Sporting, segundo classificado, enquanto o Marítimo é sétimo, com 37.

O golo do avançado uruguaio surgiu logo no segundo minuto de jogo e permitiu a Darwin ganhar ainda mais avanço na lista dos melhores marcadores da prova, contando agora 26 tentos, mais oito do que o iraniano Mehdi Taremi, do FC Porto, segundo classificado, num encontro em que o Marítimo jogou com menos uma unidade desde os 42 minutos, depois da expulsão, com vermelho direto, de Cláudio Winck.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.