O triunfo do Benfica em Vila do Conde (3-0) acabou por ser relativamente tranquilo, mas ainda assim o árbitro João Pinheiro e a sua equipa tiveram noite de muito trabalho, em especial Hugo Miguel e Hugo Ribeiro, que desempenharam as funções de VAR e AVAR. Foram várias as decisões do juiz do encontro revertidas depois por indicação do vídeoárbitro, a maior parte devido a situações de foras de jogo de curta margem.

(Re)veja os principais lances polémicos do encontro

Minuto 19'

Aderlaln Santos perde a bola para Waldschimdt, o alemão deixa para a finalização de Darwin Nuñez, que atira para o fundo da baliza deserta. O lance foi alvo da análise VAR e o golo anulado por fora-de-jogo do avançado uruguaio.

Minuto 29'

Nova combinação de Darwin com Waldschimdt, desta vez com o uruguaio a servir o alemão, que flete para o meio e remata forte, para o fundo das redes. Nova análise do VAR e novo golo anulado, agora por posição irregular do jovem alemão.

Minuto 68'

Darwin cai na grande área do Rio Ave em duelo com Aderllan Santos e João Pinheiro assinala 'castigo máximo'. O lance, porém, foi reavaliado pelo VAR, que dá indicação a João Pinheiro para reverter a decisão, por fora-de-jogo do uruguaio no início da jogada.

Minuto 84'

No lance de Gabriel, Gilberto cruza para a área e Seferovic cabeceia contra Borevkovic antes de a bola sobrar para Gabriel e este atirar sem hipóteses para Kieszek. O Rio Ave queixou-se de falta do avançado suíço no momento do duelo áereo com Borevkovic.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.