Wynton Rufer, antiga glória do futebol neozelandês, desvaloriza o facto de esta ser a primeira participação na Taça das Confederações e aponta à vitória da equipa das quinas na prova que decorre na Rússia.

"Portugal é um dos favoritos, senão mesmo o principal. No ano passado foi campeão europeu com alguma surpresa, não era favorito, agora é diferente. Esta é a oportunidade de ouro para a vossa seleção triunfar, embora a partir das meias-finais tudo pode acontecer, até porque o vencedor pode até ser decido em penáltis", considerou Rufer, em entrevista ao jornal O Jogo.

Como não poderia deixar de ser, o antigo futebolista admitiu ser grande apreciador das qualidades de Cristiano Ronaldo, capitão da equipa lusa.

"Cristiano vem de um ano impressionante, de uma grande vitória na Champions. Fez um final de época deslumbrante, decidindo os jogos importantes com muitos golos. Já se viu que Ronaldo está aqui na Rússia determinado em juntar mais um título ao seu palmarés. Ele quer vencer este ano e o Mundial em 2018. Seria uma bela forma de acabar uma carreira fantástica", afirmou.

Recorde-se que Portugal defronta a Nova Zelândia este sábado, numa partida que está marcada para as 16 horas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.