Portugal vai ter de mostar dentro de campo que é melhor equipa do que a Letónia, afirmou esta quinta-feira Fernando Santos na conferência de imprensa de antevisão do próximo jogo da Seleção Nacional. O técnico português recordou as dificuldades que a formação letã colocou à equipa das 'Quinas' num jogo disputado no Algarve, e frisou que é necessário encarar o próximo desafio com a máxima atenção.

"Para sair daqui com os três pontos temos de correr mais e lutar mais do que a Letónia. Igualar, no mínimo, a entrega do adversário. É assim que vai ser, já o foi no Algarve. A Letónia é uma equipa forte, que procura vencer o jogo, determinada. Vamos ter de fazer o que é normal em nós, que é equilibrar nesse aspecto para depois a nossa qualidade vir ao de cima. No jogo da primeira ronda todos sabemos que o resultado foi 4-1, mas só conseguimos marcar dois golos já depois dos 90 minutos. Sabemos das dificuldades e vamos ter de mostrar em campo quem é melhor", começou por dizer Fernando Santos sobre o jogo de amanhã [sexta-feira] com a Letónia.

Questionado sobre o desgaste físico de alguns jogadores na recta final de temporada, Fernando Santosa fez questão de frisar que o mais importante é a condição mental dos atletas, pois considera que todas as condicionantes físicas são ultrapassadas pelo aspecto psíquico.

"Os últimos a chegar foram os que ganharam a Liga dos Campeões. Foi assim há um ano. Não é nada de muito novo para nós. Já tínhamos isso preparado, por isso demos mais ou menos tempo de férias a um. O mais importante é que estejam mentalmente frescos, porque depois o físico ultrapassa. É isso que os meus jogadores têm e amanhã vou seguramente ter", disse Fernando Santos.

"Felizmente para mim o trabalho não tem sido muito difícil porque tenho um grupo com a consciência da importância e do trabalho. A seleção tem aliado a qualidade técnica à concentração, independentemente da circunstância do jogo e do nome do adversário. Amanhã não vai ser diferente", acrescentou Fernando Santos sobre o jogo com a Letónia.

Em relação ao momento de Cristiano Ronaldo, Fernando Santos recusou-se a fazer comentários repetitivos sobre um jogador que todo o mundo reconhece que está num excelente momento de forma, e frisou que o importante é o jogo com a Letónia.

"Há um ano perguntavam se o mau momento podia afetar a seleção. Vocês já sabem o que penso dele, que é inquestionavelmente o melhor do mundo. Digo-o há quatro, cinco, seis anos... Mas não é só ele. Todos, em equipa, vamos ter de defrontar um adversário forte. Vai-me perdoar, mas isto é sobre um jogo com a Letónia falar só sobre o Cristiano Ronaldo. Vais-me perdoar que te responda assim. Não vamos falar mais sobre ele hoje porque é o jogo com a Letónia", sentenciou sobre o assunto o técnico português.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.