"Recebi a notícia com bastante alegria. Já não fazia parte das escolhas há muito tempo. A minha situação no Wolsfburgo também ajudou, pois estou a jogar com regularidade", disse o central ao Sapo Desporto.

Apesar desta chamada, o jogador não pensa para já no Mundial 2010. Ricardo Costa diz apenas que irá fazer o seu trabalho e depois logo se verá: "Vamos tentar primeiro ganhar à Bósnia, um adversário complicado depois se verá. Tudo depende do meu trabalho no clube e das escolhas do seleccionador".

No Wolsfburgo, o internacional português tem a companhia de Dzeco e Misimovic, duas das principais estrelas da Bósnia-Herzegovina, o adversário de Portugal no play-off de apuramento para o campeonato do Mundo de futebol.

Ricardo Costa só tem elogios para os dois jogadores: "Tenho medo dele (Dzeco) e da equipa da Bósnia. Eles têm jogadores com muita qualidade técnica e táctica. Para mim, Dzeco é um dos melhores pontas-de-lança a actuar na Europa (...) O Misimovic é um grande número 10".

Como é normal, na altura dos jogadores partirem para as respectivas selecções, não podiam deixar de existir as habituais "picardias" entre amigos e colegas de clube que se defrontam nas selecções: "Já falámos sobre isso. O Misimovic desejou boa sorte aos jogadores convocados para as selecções menos ao português. Eu também disse ao Dzeco: 'Podes fazer um golo desde que Portugal faça três'".

A primeira mão do play-off de apuramento para o Mundial 2010, entre Portugal e Bósnia-Herzegovina, joga-se no próximo sábado no estádio da Luz às 20h30.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.