A FIFA anunciou esta quarta-feira a abertura de um inquérito disciplinar à Juventus, no âmbito da investigação da transferência do futebolista internacional francês Paul Pogba para o Manchester United, isentando o clube inglês de qualquer irregularidade.

As acusações que impendem sobre o hexacampeão italiano e vice-campeão europeu não foram especificadas, ainda que tenha sido noticiado em órgãos de comunicação social de vários países que estão relacionadas com a proibição da repartição dos direitos desportivos de futebolistas com terceiros.

Quanto à equipa treinada pelo português José Mourinho, a FIFA indicou que “não será tomada qualquer ação disciplinar contra o Manchester United”, que contratou Pogba à Juventus em agosto de 2016, por 105 milhões de euros, a mais cara transferência do futebol mundial.

O representante de Pogba, Mino Raiola, que, alegadamente, terá recebido perto de 49 milhões de euros em comissões das três partes envolvidas, é suspeito de ter incorrido em conflito de interesses, por ter atuado como representante do jogador e dos dois clubes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.