O Ministro do Desporto italiano, Vincenzo Spadafora, voltou a falar sobre a eventual quebra de protocolo sanitário de Cristiano Ronaldo quando se juntou à convocatória da Seleção, ante de testar positivo à COVID-19, voltando a apontar o dedo a CR7, acrescentando mesmo estar a decorrer uma investigação sobre o assunto.

"O Cristiano Ronaldo não respeitou o protocolo e está em curso uma investigação da Procuradoria de Turim para o provar. Foi um episódio desagradável", sublinhou em declarações à RAI.

Vincenzo Spadafora lembrou que, perante o vírus e a situação que vivemos, não podem existir exceções e todos têm de respeitar as normas e assumir as consequências por igual. "O vírus ensinou-nos que ninguém está imune. É evidente que todas as pessoas tentam respeitar as regras e os protocolos, mas a única solução passa por ficar em casa", lembrou.

Recorde-se que a 16 de outubro, Spadafora já tinha classificado a atitude do avançado português como "arrogante e desrespeitosa" em período de pandemia de covid-19, além de o acusar de mentir quando disse ter tido o cuidado de "fazer as coisas bem, com autorizações", numa altura em que está assintomático apesar do teste positivo, registado já quando estava junto da comitiva lusa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.