De acordo com esta fonte, o clube "encarnado" considera que "foi revista matéria de facto sem terem sido ouvidas novas testemunhas ou introduzidos novos dados", pelo que pondera requerer a nulidade do acórdão.

Na segunda-feira, a relatora do processo, Alexandra Pessanha, disse à Agência Lusa que o acórdão era claro ao considerar que "o único responsável pela interrupção do jogo", da sexta jornada da fase final do último campeonato nacional de juniores da época passada, realizado na Academia de Alcochete, "foi a claque do Benfica".

Desta forma, e de acordo com o artigo 32.º do regulamento disciplinar da Federação, o título nacional 2008/2009 será atribuído ao Sporting, uma vez que o acórdão do Conselho de Justiça atribuiu a culpa em exclusivo à claque do Benfica pelos acontecimentos em 27 de Junho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.