A prefeitura do Rio de Janeiro mandou suspender, este sábado, as obras do complexo que vai acolher a competição de voleibol de praia nos Jogos Olímpicos de 2016, devido à ausência de uma licença ambiental.

De acordo com o diário Folha de São Paulo, a autarquia do Rio de Janeiro interrompeu as obras depois de o Comité Organizador dos Jogos Olímpicos não ter conseguido a licença ambiental necessária.

Os organizadores esperam agora obter a licença na próxima semana, depois de entregarem os documentos técnicos exigidos pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, não descartando que a interrupção possa atrasar o cronograma das obras.

Quando estiver concluído, o recinto olímpico de voleibol será a maior instalação construída na praia de Copacabana, com 62.000 metros quadrados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.