An San, de 20 anos, fez o que ninguém conseguira desde St. Louis1904, arrebatando o ouro no torneio individual, por equipas femininas e mistas. Na terceira edição dos Jogos Olímpicos da era moderna, em St. Louis, nos Estados Unidos, a norte-americana Matilda Howell já tinha chegado às três medalhas.

A Coreia do Sul vinha do Rio2016 com quatro títulos, o máximo possível, e ambicionava estender o domínio total para mais um ouro, na competição mista, em estreia. Tudo parecia encaminhar-se para isso, até ao 'descalabro' que foi a competição final, de singulares masculinos.

A eliminação precoce do sul-coreano deixou a grande potência da modalidade fora do pódio, onde o turco Mete Gazoz arrebatou o ouro, após se impor na final ao italiano Mauro Nespoli, por 6-4. Com o bronze ficou o japonês Takaharu Furukawa, vencedor do chinês de Taipé Chih-chun Tang, por 7-3.

Nas quatro finais que já tinham sido disputadas, o domínio coreano fora avassalador, mesmo sem a presença dos campeões de há cinco anos, 'vítimas' de um processo de seleção nacional altamente competitivo.

A renovação da Coreia do Sul é personificada na perfeição por An San, que este ano se consolidou como a grande figura da seleção. No parque de Yumenoshima, na baía de Tóquio, teve uma parceria vitoriosa com Kim Je-deok, depois liderou a equipa feminina e, finalmente, assegurou o título individual, com um equilibrado 6-5, na final face à russa Elena Osipova.

Pelo caminho, bateu um recorde olímpico, com 680 pontos nas qualificações da prova individual.

A Coreia do Sul, mesmo com o insucesso de hoje, continua a ser a grande dominadora da modalidade, elevando para 27 medalhas de ouro em 39 possíveis o seu pecúlio. No país, o tiro com arco tem o patrocínio oficial da Hyundai e gera um negócio com mais de 140 profissionais.

Quadro de medalhas do tiro com arco:

- Masculinos:

Individual:

Ouro: Mete Gazoz, Tur.

Prata: Mauro Nespoli, Ita.

Bronze: Takaharu Furukawa, Jap.

Equipas:

Ouro: Coreia do Sul (Kim Je-deok, Kim Woo-jin, Oh Jin-hyek).

Prata: Taipé Chinês (Yu-Cheng Deng, Chih-Chun Tang, Chun-Heng Wei).

Bronze: Japão (Takaharu Furukawa, Yuki Kawata, Hiroki Muto).

- Femininos:

Individual:

Ouro: An San, Cor.

Prata: Elena Osipova, ROC.

Bronze: Lucilla Boari, Ita.

Equipas:

Ouro: Coreia do Sul (An San, Jang Minhee, Kang Chaeyoung).

Prata: Comité Olímpico Russo (Svetlana Gomboeva, Elena Osipova, Ksenia Perova).

Bronze: Alemanha (Michelle Kroppen, Charline Schwarz, Lisa Unruh).

Pares mistos:

Equipas:

Ouro: Coreia do Sul (An San, Kim Je-deok).

Prata: Países Baixos (Gabriela Schloesser, Steve Wijler).

Bronze: México (Alejandra Valencia, Luis Alvarez).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto