A edição de 2012/13 do campeonato de Cabo Verde em andebol, que arranca esta sexta-feira, vai ser marcado pela novas regras implementadas pela Federação que passa a aplicar penas pecuniárias para penalizar as sanções disciplinares em campo.

De acordo com o novo regulamento federativo, aprovado na sua última assembleia, doravante, aos treinadores e oficiais do jogo, passam a ser cobrados 200 escudos por cada cartão amarelo e 300 escudos pelas punições com o castigo de dois minutos nos jogos.

Assim como os treinadores e oficiais, os jogadores passam a ser multados com 500 escudos por cada cartão vermelho, sendo que cada atleta passará a ser penalizado com 300 escudos por cada dois minutos suspensão e 200 escudos para cada cartão amarelo no banco de suplentes.

À estas sanções, a Federação Cabo-verdiana de Andebol acrescenta ainda 500 escudos aos atletas «por irregularidade grosseira» e 750 escudos por «irregularidade antidesportiva grosseira».

O campeonato de Cabo Verde em andebol, masculino e feminino, arranca esta sexta-feira na Cidade da Praia, na sua primeira fase, e fica marcada pela ausência dos campeões regionais de São Nicolau, alegadamente, por falta de ligações marítimas para a Cidade da Praia.

A Federação compromete-se a entregar taças ou troféus para os quatro primeiros classificados, medalhas para as equipas campeãs e taças individuais para Melhores Marcadores, equipa Fair Play, equipa menos batida, Melhor Jogador e Melhor Treinador.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.