Liderado por Carlos Morais (24 pontos, 6 ressaltos e 7 assistências), o Recreativo do Libolo teve um início de época avassalador, ao derrotar o Progresso do Sambizanga, por 134-85, na primeira jornada do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol, realizada no pavilhão Anexo à Cidadela, em Luanda.

Ante um adversário claramente inferior, que por falta de inscrição atempada apenas se apresentou com seis atletas, a formação do Cuanza Sul não teve problemas para construir o expressivo resultado, apesar da resistência dos “sambilas” que conseguiram um parcial de 22-22 no segundo período.

O primeiro quarto terminou em 29-9 e ao intervalo o placar registava 51-31, favoráveis ao Libolo. O Progresso aguentou-se na primeira parte, mas o terceiro e quarto períodos foram determinantes, pois à equipa acusou cansaço, além de ver desqualificados com seis faltas Yubi Major e Pedro Miguel, terminando o jogo com quatro atletas.

Face aos problemas dos “donos da casa”, o técnico Norberto Alves aproveitou dar maior “rodagem” ao seu banco de suplentes, com a equipa a fazer do jogo exterior uma “arma”.

Os “libolenses” converteram 20 dos 33 triplos tentados, perfazendo 61 porcento, contra 8/24 do adversário (33%). Nesta área, Olímpio Cipriano e Helmer Felix estiveram a 100 porcento com 6/6 e 4/4, respetivamente, enquanto Morais converteu quatro das seis tentativas.

Morais foi coadjuvado por Olímpio (22 pontos), Helmer Felix (15), Paulo Zola (15), João Nanda (15) e Joaquim Joseney (13), enquanto do lado contrário esteve em destaque o extremo-base João André, melhor marcador da partida com 26 pontos, seguido por Walter Santos com 18.

Desinibido, João André ainda tentou galvanizar o conjunto orientado por Claúdio Dikani, com dribles e lançamentos a longa e curta distância, mesmo em situação de desequilíbrio, mas os 46 minutos e 36 segundo que esteve em campo diminuíram-lhe fisicamente.

Com arbitragem do trio Francisco Tando, António Samuel e Fernando Seco, as equipas marcaram:

Libolo: Olímpio Cipriano (22), Carlos Morais (24), Helmer Falix (15), Vladmir Pontes (9), Braúlio Morais (3), Agostinho Coelho (2), Paulo Zola (15), Josemar Carvalho (7), Joaquim Joseney (13), Milton Barros (9) e João Nanda (15).

Técnico: Norberto Alves

Progresso: Miguel Pedro (6), Walter Santos (18), Helcio Francisco (10), Mario Marcio (8), João André (26) e Yubi Major (17).

Técnico: Claúdio Dikani

Resultado por parciais: (29-9, 22-22, 41-18 e 42-36).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.