O ciclista português Ivo Oliveira sagrou-se hoje vice-campeão europeu de perseguição individual na categoria de sub-23, ao terminar em segundo lugar na final da prova dos Europeus de pista, que decorrem no velódromo de Montichiari, na Itália.

Depois de já ter batido o recorde nacional na qualificação, com o tempo de 4.18,671 minutos, Oliveira voltou a estabelecer novo máximo nacional, ao cumprir os quatro quilómetros da prova em 4.17,448, ainda assim insuficiente para bater o italiano Filippo Ganna.

Ganna, campeão mundial de elite, que na qualificação já tinha batido Oliveira por larga margem, ao impor-se com o tempo de 4.14,746, voltou a deixar o campeão europeu e mundial júnior em 2014 a grande distância, conquistando o título com a marca de 4.14,165.

O desempenho do ciclista português, que está a cumprir o segundo ano no escalão de sub-23, evidencia uma grande progressão relativamente ao ano passado, com uma melhoria de mais de 11 segundos face ao resultado obtido no Europeu de 2015.

A medalha de prata conquistada hoje por Oliveira é a terceira de 2016 para o ciclismo português, depois do título mundial de maratona BTT e do segundo lugar no Europeu da mesma disciplina conquistados por Tiago Ferreira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.