Portugal tem dois testes muito complicados, esta terça e quarta-feira, perante um Brasil que se apresenta no nosso país com o título de campeão do Mundo (2008) de futsal.

A equipa das quinas tem jogado inúmeras vezes com a selecção canarinha, já o fez, mais precisamente, em 16 ocasiões. Porém, desconhece ainda o que é vencer este opositor, tendo apenas somado dois empates e 14 derrotas.

Agora, em Coimbra, em dois encontros particulares, a formação lusa têm a oportunidade de provar que não é por acaso que Portugal e as equipas do seu campeonato têm estado a dominar a Europa do futsal, e nada melhor para isso do que derrotar o campeão Mundial em título.

Jorge Braz quer uma equipa a jogar perto da «excelência» e mesmo sem Leitão e Joel Queirós, dispensados por lesão e Cardinal condicionado – não participou nos dois últimos treinos da selecção - Portugal deixa de ter argumentos para querer vencer o Brasil.

Marcos Sorato diz esperar nestes encontros «dificuldade máxima», mas só pensa em vencer para continuar a preparar os seus jogadores para o próximo Mundial.

Esta terça-feira, em Coimbra, a partir das 19h30, entrarão em campo duas das maiores potências mundiais da modalidade. Portugal e Brasil medirão forças com o objectivo de provar quem é a melhor selecção nesta altura.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.