O FC Porto goleou hoje a Oliveirense por 5-1, no Pavilhão Dragão Caixa, sagrando-se campeão nacional de hóquei em patins pela 10.ª vez consecutiva, em encontro da 30.ª e última jornada.

Reinado Ventura, Filipe Santos e o guarda-redes Edu Bosch, tal como o treinador Frnaklim Pais, fazem o pleno, sagrando-se decacampeões diante de uma equipa que apenas conseguiu suster a festa portista durante o primeiro período do jogo.

Os portistas, que apenas necessitavam de ganhar para somar o 20.º título da sua história, conseguiram o que pretendiam, acabando o campeonato em igualdade pontual com o Benfica (também soma 20 ceptros), que ganhou ao Porto Santo por 8-4.

Apenas de grande penalidade, e a dois minutos do fim da primeira parte, é que a equipa da casa conseguiu inaugurar o marcador, por intermédio de Reinaldo Ventura, que no minuto seguinte errou o alvo ao apontar idêntico castigo.

O primeiro período pautou-se pelo fulgor ofensivo portista, mas pelo menos três vezes, na sequência de contra-ataques rápidos, a Oliveirense acertou nos postes da baliza de Edu Bosch.

Ainda não eram decorridos dois minutos da segunda parte, Pedro Moreira aproveitou a desorientação da defesa oliveirense para aumentar para 2-0.

O veterano Tó Neves, futuro técnico portista e treinador-jogador da equipa de Oliveira de Azeméis, reduziu para 2-1 na jogada seguinte, ao desviar com mestria um remate de Nuno Resende.

Mas, o FC Porto repôs a vantagem de dois golos por Gonçalo Suissas, coroando com êxito as ordens do treinador Franklim Pais, sempre a exigir velocidade à equipa.

O espanhol Pedro Gil aumentou a vantagem na sequência de um livre directo e assinou o 5-1 a seis minutos do final, período em que os portistas já controlavam os acontecimentos, já com as bancadas em festa.

Jogo no Dragão Caixa, no Porto.
FC Porto – Oliveirense, 5-1.
Ao intervalo: 1-0.
Marcadores:
1-0, Reinaldo Ventura, 23 minutos.
2-0, Pedro Moreira, 26.
2-1, Tó Neves, 28.
3-1, Gonçalo Suissas, 32.
4-1, Pedro Gil, 38.
5-1, Pedro Gil, 45.

Equipas:
- FC Porto: Edo Bosch, Reinaldo Ventura, Pedro Gil, Pedro Moreira e André Azevedo. Jogaram ainda Emanuel Garcia, Filipe Santos e Gonçalo Suissas (1).
- Oliveirense: Domingos Pinho, Tó Neves, Nuno Resende, António Silva e Diogo Silva. Jogaram ainda Francisco Silva, Tiago Santos, Diogo Almeida, Nuno Araújo e Nélson Pereira.

Árbitros: Luís Peixoto, Joaquim Carpelo e Luís Barbosa.
Assistência: 2.162 espectadores.

Com a conquista do decacampeonato, o FC Porto iguala também os 20 títulos do Benfica, isto numa época em que o clube já se havia sagrado campeão no futebol, basquetebol e andebol, como em 2003/2004.

Títulos FC Porto: 1982/83, 1983/84, 1984/85, 1985/86, 1986/87, 1988/89, 1989/90, 1990/91, 1998/99, 1999/00, 2001/02, 2002/03, 2003/04, 2004/05, 2005/06, 2006/07, 2007/08, 2008/09, 2009/10, 2010/11

-Palmarés

1.SL Benfica/FC Porto: 20 títulos
3.Paço d’Arcos: 8 títulos
4.Sporting: 7 títulos
5.HC Sintra: 4 títulos
6.Futebol Benfica/Desportivo Lourenço Marques/Óquei de Barcelos: 3 títulos
9. Campo de Ourique/Grupo Desportivo da CUF/Ferroviário Lourenço Marques: 1 título

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.