Recentemente um streamer de topo de Call of Duty: Warzone foi apanhado a usar uma aplicação de batotas durante uma stream, curiosamente enquanto se gabava de como era bom no jogo. O streamer, apelidado na Twitch como MrGolds, estava a utilizar uma aplicação chamada EngineOwning, que entre as diversas funcionalidades permitia apontar automaticamente à cabeça dos inimigos, entre outras facilidades.

Perante uma plateia de milhares de espetadores, este vídeo de exposição à batotice tornou-se praticamente viral, e não demorou muito à sua conta ter sido cancelada. O certo é que a Activision, a editora de Call of Duty deu entrada de uma ação judicial para que a CxCheat.net parasse de produzir os exploits que permite aos jogadores fazer batota. As suas aplicações afetam jogos como PUBG e Apex Legends, igualmente jogos de sucesso no género battle royale.

A ação legal surtiu logo efeito e a empresa revelou no seu Discord que deixaria de produzir e vender os programas. Deixou também o alerta aos seus utilizadores que a Activision estaria a investigar os jogadores que fazem batota e a bani-los permanentemente do jogo. Depois disso, o respetivo Discord deixou de funcionar.

No PC, tanto Modern Warfare como Warzone têm sido inundados por jogadores batoteiros, levando mesmo aos utilizadores de consolas a desligar o sistema crossplay para evitar “contaminação”. As empresas têm referido que vão continuar a banir os jogadores que façam batota.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.