De acordo com o portal Dot Esports, seis pessoas foram detidas na Austrália sob a acusação de estarem envolvidas no esquema de partidas combinadas, montado para influenciar um torneio de Counter Strike: Global Offensive que decorreu em março passado.

O caso foi aberto depois de uma casa de apostas ter feito queixa na polícia. Segundo a empresa, os jogadores teriam perdido propósito depois de terem apostado contra si próprios em algumas partidas. A ideia era, claro, recolher o dinheiro da aposta.

Segundo a IGN, que cita as autoridades australianas, o crime terá sido cometido em “pelo menos cinco partidas”. “Mais de 20 apostas foram realizadas pelos jogadores” nestas partidas.

A investigação continua em curso, mas foram detidas seis pessoas para prestar declarações. Todas elas foram posteriormente libertadas, mas a polícia afirma que os suspeitos terão de se apresentar novamente na esquadra para novo inquérito.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.