Um golo de Otávio foi suficiente para o FC Porto levar hoje de vencida os ingleses do Fulham por 1-0, naquele que foi o teste de maior exigência até ao momento dos 'azuis e brancos' nesta pré-temporada. Foi o quarto triunfo seguido da equipa 'azul e branca' em outros tantos jogos realizados nesta pré-época.

O jovem Diogo Costa foi o escolhido para assumir a baliza portista no teste de maior exigência até ao momento dos azuis nesta pré-temporada. Destaque ainda para a presença dos reforços Renzo Saravia, Iván Marcano e Shoya Nakajima entre os eleitos de Sérgio Conceição.

Logo aos quatro minutos, Kamara surgiu em posição privilegiada para inaugurar o marcador, mas falhou por pouco o remate. A resposta do FC Porto surgiu aos 13', com Jesús Corona a desperdiçar um grande passe de Alex Telles, permitindo a recuperação da defesa do Fulham.

Com mais cautelas no início, a equipa 'azul e branca' começou aos poucos a instalar-se no meio-campo adversário e aos 18 minutos Danilo tentou a sorte do meio da rua, obrigando Bettinelli a defender com os punhos.

Acabou por ser Otávio a inaugurar o marcador, à meia hora de jogo: Soares rematou primeiro para uma boa defesa de Bettinelli com o pé, mas a bola sobrou para o médio portista, que rematou de forma acrobática para o fundo da baliza.

Em cima do intervalo, Soares enviou a bola ao ferro, após livre batido no lado esquerdo por Alex Telles. O avançado brasileiro já tinha falhado o alvo minutos antes, rematando forte com o pé esquerdo, mas ao lado da baliza contrária.

A segunda parte começou com várias mudanças no lado dos 'dragões' - entraram Vaná, Tomás Esteves, Bruno Costa e Romário Baró - com Ivan Cavaleiro a render Kebano no conjunto inglês. Logo a seguir, o Fulham esteve muito perto de chegar à igualdade (47'), com Kamara a aproveitar um deslize de Alex Telles para se isolar, mas o remate saiu ao lado.

Sérgio Conceição voltou a mexer na equipa ao minuto 60, lançando Diogo Leite, Osório e os reforços Luis Díaz e Zé Luís para os lugares de Marcano, Pepe, Nakajima e Soares. O extremo colombiano esteve perto de fazer o 2-0 ao minuto 68, mas foi travado por um grande corte de Odoi. Pouco tempo depois, foi a vez de Diogo Queirós, Loum e Fernando Andrade renderem Alex Telles, Danilo e Corona - destaque ainda para a entrada de Rui Fonte no Fulham.

A partir daí o jogo começou a perder ritmo e qualidade, acusando as muitas alterações promovidas por Sérgio Conceição e Scott Parker, o que seria expectável. Aboubakar, Galeno, Madi Queta e Fábio Silva entraram na reta final da partida, com o 1-0 a manter-se até ao apito final - 'dragões' ainda reclamaram penálti  aos 90', mas o árbitro mandou seguir.

Este foi o primeiro de três jogos dos dragões em território algarvio. Após o encontro com o Fulham, no Municipal de Albufeira, o FC Porto defronta o Bétis (19 de julho) e o Getafe ou Portimonense (21 de julho) na Copa Ibérica, no Municipal de Portimão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.