Neymar garantiu nesta quarta-feira que "nem nos meus melhores sonhos" imaginou que completaria 100 jogos pela seleção brasileira, marca que alcançará nesta quinta-feira no particular contra Senegal, em Singapura.

"Estou muito feliz por atingir essa marca. Nem nos melhores sonhos imaginei que isso pudesse acontecer", declarou Neymar em conferência de imprensa no hotel onde o Brasil está hospedado no país asiático.

"(Em 100 jogos) são muitas decepções, derrotas, comete-se muitos erros. Mas se fores uma pessoa que batalha no final de tudo consegues redimir-te dos teus erros", continuou.

O jogador do PSG destacou três momentos especiais vestindo a camisola da equipa canarinha.

"O primeiro jogo, contra os Estados Unidos em 2010; a minha primeira participação em Mundiais (no Brasil em 2014) e o primeiro golo no Mundial", lembrou.

Neymar, de 27 anos, também se defendeu das críticas de que recebe privilégios na Seleção.

"Estou na Seleção há 10 anos. Sempre fui um dos principais nomes e um dos que carregava tudo nas costas. Nunca fugi disso. Sempre desempenhei o meu papel muito bem na Seleção. Quando um atleta atinge um nível desses, é normal ter um tratamento diferente", justificou.

Como exemplo, Neymar citou o amigo e ex-companheiro de Barcelona, o argentino Lionel Messi.

"No Barcelona, o Messi tem um tratamento diferente. É porque ele é mais bonito? Não. É por tudo que ele faz. Não digo só de mim, mas de todos os jogadores que mostram um futebol nesse nível. É normal no futebol", afirmou o atacante.

Neymar mostrou-se convencido de que voltará a lutar para ser o melhor jogador do mundo e atribuiu a sua ausência nos prémios às conswcutivas lesões sofridas nos últimos anos.

"Foram mais de três meses de tratamento de lesão nos últimos dois anos. Isso atrapalha qualquer atleta. Mas se analisarmos e virmos todos os jogos e números vamos ver que nunca deixei de jogar futebol. Infelizmente na vida de atleta isso pode ocorrer", explicou.

"Tenho que estar com a cabeça descansada e preparado para dar a volta por cima. Procuro isso para esta temporada, estar bem, torcer para que nada de mau aconteça. Terminando a temporada podem ter certeza de que vou ficar sim entre os melhores", concluiu.

Neymar disputará nesta quinta-feira no estádio Nacional de Singapura o seu 100º jogo com a seleção brasileira, um particular contra o Senegal.

Neymar soma 61 golos e 36 assistências com a camisola da seleção do Brasil, em 70 vitórias, 19 empates e 10 derrotas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.