Real Madrid é o novo campeão de Espanha mas Lionel Messi conseguiu, esta quarta-feira, superar Cristiano Ronaldo na tabela de melhores marcadores do campeonato. 
O avançado do Barcelona completou um hat-trick e passa agora a somar 46 golos. Cristiano Ronald fez apenas um e encontra-se com 44.
Até à data, Cristiano Ronaldo marcou ainda três golos na Taça do Rei, um na Supertaça e 10 na Liga dos Campeões. Somando aos 44 já marcados no campeonato espanhol, perfaz uma marca de 58 golos.
Lionel Messi ganha ainda mais vantagem na soma de golos em todas as competições desta época, levando já 68 golos marcados. Aos 46 já marcados na Liga espanhola, somam-se os dois da Taça do Rei, três da Supertaça espanhola, 14 da Champions, um da Supertaça Europeia e dois no Mundial de Clubes.
Na temporada anterior, a luta foi menos renhida com nove golos a separarem os dois craques. O avançado do Real Madrid terminou com 40 golos marcados enquanto Lionel Messi “ficou-se” pelos 31, num ano em que o Barcelona venceu o campeonato e a Liga dos Campeões. A equipa merengue conquistou a Taça do Rei.
Nessa mesma temporada, o internacional português já tinha entrado para a história do futebol espanhol ao se tornar no melhor “pichichi” de sempre com os seus 40 golos. Marca que já foi ultrapassada esta temporada.
Cristiano Ronaldo foi o segundo melhor marcador das Ligas Nacionais na época 2010/2011, com 40 golos em 32 presenças no Real Madrid, segundo a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS).
No “ranking” elaborado pela IFFHS e que contempla apenas as primeiras divisões de todo o Mundo, o melhor marcador foi o letão Aleksandrs Cekulajevs, da equipa estónia do Trans Narva, com 46 golos, em 35 jogos.
Há dois anos, na primeira época ao serviço do Real Madrid, Cristiano Ronaldo marcou “apenas” 26 golos, terminando na terceira posição dos melhores marcadores de Espanha. Messi (34 golos) e Higuaín (27) ocuparam os lugares cimeiros.
No total, Cristiano Ronaldo já leva mais de 300 golos na sua carreira profissional, sendo que o 300º foi apontado no último clássico com o Barcelona, que terminou com a vitória da equipa orientada por José Mourinho. Em três anos de Real Madrid, o internacional português leva 144 golos.
Em março deste ano, Lionel Messi tornou-se no melhor marcador de sempre do Barcelona, tendo feito já 245 golos ao serviço do Barcelona, contra os 232 de César Rodriguez, o goleador culé dos anos 40/50 do século passado. Somando os seus 11 golos na camadas jovens do clube catalão e os seus 22 golos pela seleção argentina, Messi já leva um total de 278 golos.
Ainda esta quarta-feira, o argentino bateu o recorde de golos numa só temporada a nível europeu, depois de chegar ao 68.º tento, com um “hat-trick” frente ao Malága, em jogo em atraso da 20.ª jornada da Liga espanhola de futebol.
O anterior recorde pertencia ao alemão Gerd Mueller, que tinha apontado 67 golos ao serviço do Bayern de Munique na época 1972/73.
Cristiano Ronaldo está também muito perto de outro feito único, o de marcar na mesma época a todos os adversários: já faturou a 18, faltando apenas fazê-lo ao Maiorca, que visita a capital espanhola na 38.ª e última jornada.
O avançado português continua na corrida a uma terceira “Bota de Ouro” (melhor marcador de todos os campeonatos europeus), feito que nenhum outro jogador conseguiu alcançar.
Na corrida para o Bota de Ouro, prémio para o qual a UEFA considera apenas os golos marcados nas competições domésticas, podem ainda ser considerados, Mário Gomez (26 golos) e o holandês Robin Van Persie (Arsenal), com 28 golos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.