Harold Mayne-Nicholls, chefe da delegação de inspecção da FIFA, deixou claro que "a Candidatura Ibérica é mais do que uma ilusão". Reuniões em Portugal e Espanha foram "muito positivas".

O deixou esta quinta-feira claro, durante a conferência de imprensa da candidatura ibérica, que esta "é bem mais do que uma ilusão".

O chefe da delegação de inspectores da FIFA salientou que ambos os países têm "estádios com clubes que possuem uma rica historia, de tradição reconhecida", com os "recintos o cenário ideal para milhões de desportistas".

Para além disso, a presença de "importantes figuras do futebol mundial, jogadores e treinadores do passado e do presente, que querem o Mundial na Península Ibérica" é um ponto a favor.

A FIFA terminou esta quinta-feira um périplo de quatro dias pela Península Ibérica, com o intuito de vistoriar a candidatura de Portugal e Espanha ao Mundial de 2018/22.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.