O Benfica recuperou a liderança isolada do campeonato nacional ao vencer o Feirense por 1-0 em jogo a contar para a 24ª jornada. Os 'encarnados' entraram no Estádio Marcolino de Castro com a pressão de voltar ao primeiro lugar e conseguiram anular a goleada do FC Porto no Dragão por 7-0 com um resultado tangencial, que lhes permite encarar o próximo desafio europeu com maior tranquilidade. O Feirense entrou muito forte no jogo e dificultou ao máximo a construção de jogo do Benfica no último terço do terreno. O grego Karamano esteve em bom plano do lado do Feirense, e foi uma autêntica dor de cabeça para os defensores do Benfica. Depois de uma primeira parte muito intensa a nível físico, Pizzi conseguiu colocar o Benfica em vantagem com um golo 'cirúrgico' antes do intervalo que deu bastante tranquilidade à equipa de Rui Vitória para o segundo tempo.

No arranque do segundo tempo, Ederson negou o golo a Etobo num lance em que o nigeriano poderia ter feito melhor depois de isolar-se na área a passe de Karamanos. O Benfica reagiu com lances de perigo, mas Mitroglou e Salvio não estavam com a pontaria afinada, e por cada oportunidade desperdiçada dos 'encarnados' a equipa de Nuno Manta Santos ia alimentando a esperança do empate. No entanto, o desgaste físico do conjunto de Santa Maria da Feira começou a pesar e o Benfica passou a gerir e a controlar a posse de bola por intermédio dos seus jogadores mais tecnicistas. A entrada de Cervi e Jonas em jogo permitiu ao Benfica 'segurar' a bola, mas em cima do apito final foi Ederson a segurar a vantagem ao brilhar pelo seu sentido posicional e segurança entre os postes.

Com este resultado, o Benfica relegou o FC Porto para o segundo lugar e recuperou a liderança isolada com 60 pontos, mais um ponto do que a equipa de Nuno Espírito Santo que goleou o Nacional da Madeira por 7-0.

Momento-chave: O golo de Pizzi aos 42 minutos foi determinante no desenrolar de um jogo que parecia comprometer a liderança do Benfica. O instinto furtivo de Pizzi na entrada da área adversária e a frieza com que bateu Vaná são esclarecedores da influência que o número 21 tem nos triunfos do Benfica esta época no campeonato. Até à 24 jornada, Pizzi já foi responsável por 9 golos e 5 assistências pelo Benfica.

Os melhores:

Pizzi - Para além de ter marcado o único golo do jogo e contribuído para o quatro triunfo consecutivo no campeonato nacional, o número 21 do Benfica conseguiu 'harmonizar' o estilo mais 'espartano' de Samaris no meio-campo dos 'encarnados' de forma a garantir um maior equilíbrio à equipa da Luz.

Karamanos - O avançado grego do Feirense foi desde o primeiro minuto o verdadeiro perigo apontado à baliza de Ederson. Lutador incansável entre os centrais do Benfica, permitiu à equipa de Santa Maria da Feira jogar de igual para igual com os 'encarnados' grande parte do jogo.

Os piores:

Salvio - O extremo argentino teve algumas oportunidades flagrantes para marcar, mas acabou por lhe faltar o discernimento necessário para 'matar' as jogadas. Aos 19 minutos tentou fazer o golo quando tinha três companheiros de equipa praticamente isolados com apenas um adversário pela frente.

Claques do Benfica - Apoiar a equipa é sempre positivo e transversal a todas as modalidades do mundo, mas o arremesso de tochas e material pirotécnico para o terreno de jogo e adiar o arranque do mesmo não tem justificação possível, mesmo quando uma das claques celebra o seu 25º aniversário.

Reações:

Cris: "O jogo esteve sempre em aberto, merecíamos o empate"

Nuno Manta Santos: "Estou muito orgulhoso da equipa"

Rui Vitória elogia o ´bombeiro` André Almeida e ´atira`: "Não me importa os outros"

Pizzi: "São três pontos muito importantes para nós"

Curiosidades:

- Benfica perde o estatuto do melhor ataque da Liga NOS 2016/17 (52 golos) para o FC Porto (53)

- Pizzi é o jogador do Benfica com maior influência na Liga NOS 2016/17 com 14 pontos (9 golos + 5 assistências)

- Foi a 7.ª vitória consecutiva do Benfica; os encarnados venceram todos os jogos nos últimos 30 dias (7V)

- O Feirense não conseguiu marcar qualquer golo nos jogos frente ao Benfica, o que acontece pela 2.ª vez numa época (1977/78 e 2016/17)

- Após 2 jogos, o Benfica volta a não sofrer golos, o que não acontecia desde a vitória em Braga por 0-1 (Mitroglou)

- Com 55 jogos na Liga Portuguesa pelo Benfica, Rui Vitória chega aos 84% de vitórias no campeonato; é o treinador com maior percentagem de triunfos

- Iguala a melhor sequência de vitórias frente ao Feirense; são 5 triunfos consecutivos

- Pizzi esteve presente em 27% dos golos do Benfica na Liga NOS 2016/17

- É a 4.ª vitória consecutiva do Benfica na Liga e iguala o registo de dezembro 2016; a melhor sequência da época são 7 triunfos

- Benfica chegou aos 30 golos em 11 jogos frente ao Feirense; uma média de quase 3 golos por jogo

- Foi a 10.ª vitória do Benfica frente ao Feirense em 11 jogos; continua 100% invicto frente aos fogaceiros

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.